Jaru Top Festas

Apoiadores de Bolsonaro fazem atos em cidades de Rondônia

Atos acontecem em Vilhena, Porto Velho e Jaru. Manifestantes pedem contagem pública de votos nas Eleições e protestam contra Congresso e STF.

Cidades de Rondônia registraram protestos a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), durante a manhã e tarde deste feriado de 7 de Setembro, Dia da Independência.

Em Porto Velho, a concentração do ato começou por volta de 10h (local) no Portal das Américas. Logo depois, o grupo seguiu de carro, moto e carreta pela BR-364, sentido avenida Jorge Teixeira, e seguiram até o Espaço Alternativo.

Motociclistas fazem ato a favor do presidente Jair Bolsonaro em Porto Velho

O manifesto foi contra o Congresso Nacional e contra o Supremo Tribunal Federal (STF). Na capital, boa parte do grupo ficou concentrado até por volta de 13h no Espaço Alternativo e alguns ficaram na pista até por volta de 18h.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) acompanhou a carreata pela capital, já que todo o perímetro do manifesto foi no eixo BR.

Ji-Paraná

Na segunda maior cidade de Rondônia, a concentração dos manifestantes começou ainda de manhã no Espaço Beira Rio com a montagem de um palco.

Às 15 h eles saíram sentido avenida Marechal Rondon, com carros e carretas.

Os apoiadores do presidente intensificaram os chamados para os atos após a rejeição da PEC do voto impresso – uma demanda dos bolsonaristas diante de supostas fraudes nas eleições, sobre as quais não há indícios e cujas provas o próprio presidente admitiu não existirem.

Vilhena

Na cidade de Vilhena, a 700 quilômetros de Porto Velho, a concentração dos manifestantes começou às 7h em uma das rotatórias da BR-364.

O grupo usou carretas, carros e tratores para hastear bandeiras do Brasil e faixas. Os manifestantes pediram contagem pública dos votos e protestaram contra o Congresso Nacional.

Ariquemes

Em Ariquemes, o manifesto teve concentração no Espaço Alternativo com saída por volta das 14h30 (local) e percorreu as principais avenidas da cidade, com uma fila de carros de cerca de 5 km do local de saída.

Manifestantes usaram com carros adesivados em apoio ao presidente Bolsonaro e frases contra a democracia e as instituições.

Jaru

O manifesto de Bolsonaro em Jaru começou por volta de 10h (local) e percorreu várias vias, como a rua Florianópolis e a rua Jorge Teixeira.

Os manifestantes usaram motos e carros para protestarem contra o Congresso e a favor do presidente.

Cacoal

Na cidade conhecida como Capital do Café, a concentração dos manifestantes foi à tarde, por volta de 14h, na frente de uma loja de eletrônicos e eletrodomésticos (às margens da BR-364).

Com faixas contendo frases antidemocrática, com ameaças aos ministros do Supremo e ao Congresso, o grupo seguiu de carro, carreta e moto por várias ruas.

A concentração inciou às 12h30 e, por volta das 15h20, os manifestantes começaram o trajeto até o Espaço Beira Rio, cerca de 5 km do local de partida.

A maioria dos manifestantes não usou máscara.

Guajará-Mirim

Na Fronteira com a Bolívia, o ato intitulado “Marcha por Deus, pela família e liberdade” teve concentração no praça do Celeste, com saída por volta das 16h30 (local).

O ato percorreu a principal avenida da cidade (15 de novembro). A carreata então retorno na frente da prefeitura e voltou pra praça. Houve uma fila de carros de aproximadamente 3 km.

A favor do presidente, carros estavam adesivados e alguns com frases antidemocráticas.

G1 RO

Atenção: O jarutopfestas não se responsabiliza pelos comentários postados. Viu algum comentário que promova ofensa, racismo, calúnica, xingamento e qualquer algo do gênero? Por favor entre em contato e denuncie

Veja Também