Jaru Top Festas

ALE/RO arquiva processo de deputado filmado pela PF pegando dinheiro de propina

O relator do processo de Lebrão, Edson Martins, perdeu seus direitos políticos por três anos em condenação de última instancia.

Filmado pela Polícia Federal pegando dinheiro de propina mediante suposta extorsão à um empresário, o deputado estadual José Lebrão (MDB) teve seu dois pedidos de cassação de mandato impetrados na ALE/RO arquivados pelo Conselho de Ética.

Os deputados do Conselho de Ética decidiram acatar a análise do relator do processo, Edson Martins (MDB), que afirmou não haver provas suficientes para buscar a penalização de José Lebrão frente ao Poder Legislativo.

De acordo com a Polícia Federal, Lebrão apenas não foi preso por conta do seu gozo do foro privilegiado concedido aos deputados. A filha de Lebrão Gislaine Clemente, ex-prefeita de São Francisco, foi presa durante a deflagração da operação da PF.

Para os deputados do Conselho de Ética, o caso de Lebrão ainda segue sob competência da Justiça, que ainda não tomou uma decisão.

Relator sem direitos políticos

O relator do processo de Lebrão, Edson Martins, perdeu seus direitos políticos por três anos em condenação de última instancia. A Justiça de Rondônia já notificou a ALE/RO para que ele deixe o mandato, porém nada foi realizado.

Na mesa do Conselho de Ética segue o processo de quebra de decoro parlamentar do deputado Geraldo da Rondônia (PSC).

Fonte: rondoniaovivo.com

Atenção: O jarutopfestas não se responsabiliza pelos comentários postados. Viu algum comentário que promova ofensa, racismo, calúnica, xingamento e qualquer algo do gênero? Por favor entre em contato e denuncie

Veja Também