Jaru Top Festas

Enquanto Jéssica destina recursos para RO, pacientes com câncer estão sem tratamento no Acre, diz sindicalista

Após ter destinado R$ 500 mil em emenda parlamentar individual ao Hospital do Câncer de Porto Velho, em Rondônia, a deputada do PMDB do Acre, Jéssica Sales, segue dividindo opiniões. Na terça-feira (8), a vereadora de Porto Velho, Ada Dantas Boadaid (PMN), agradeceu a deputada acreana pela ajuda destinada aos rondonienses, mas em contra partida ao elogio a secretária-geral do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Acre (Sintesac), Francinete Barros, criticou Jéssica e afirmou que é necessário primeiro cuidar da saúde pública do Acre para depois ajudar os outros.

Francinete afirmou que enquanto Jéssica destina dinheiro para Rondônia os pacientes com câncer do Acre estão com tratamentos interrompidos.

A sindicalista disse que o Hospital do Câncer do Acre está necessitando de aporte financeiro para que seja adquirido tudo que é necessário para a unidade funcionar a contento.

“Nosso Hospital do Câncer está necessitando de ajuda para funcionar como deve ser, os nossos pacientes estão com tratamentos interrompidos. Não temos o suporte adequado, falta mão de obra especializada”, denunciou.

Jéssica Sales afirmou que está tranquila em relação às críticas que vem sofrendo sobre a destinação de emendas para outro estado. Ela disse, ainda, que sua emenda para o Hospital do Câncer de Rondônia vai ajudar no tratamento de pacientes acreanos.

“Me sinto absolutamente tranquila e honrada de ter dado a minha contribuição, de ser parceira e colaboradora para que os acreanos e todos os demais pacientes assistidos pelo Hospital de Câncer de Barretos, o Barretinho em Porto Velho, recebam o tratamento especializado gratuito de forma humanizada. A emenda de minha autoria no valor de R$ 500 mil é do orçamento impositivo 2016 e atende a pacientes acreanos no tratamento do câncer. Conforme atesta a gerente de administração, Raquel Lins, em 2016 o Barretinho atendeu 78 pacientes do Acre e para eles, efetuou 813 procedimentos. Somente no primeiro semestre de 2017, foram 70 pacientes com 566 procedimentos”, explicou.

 

Atenção: O jarutopfestas não se responsabiliza pelos comentários postados. Viu algum comentário que promova ofensa, racismo, calúnica, xingamento e qualquer algo do gênero? Por favor entre em contato e denuncie

Veja Também