Jaru Top Festas

JARU – Acusado de assassinar homem a golpes de foice e faca no Setor 07 é preso

Após pedido de prisão preventiva requerida pelo delegado de Polícia Civil Salomão de Matos Chaves, contra Adilson Felipe, acusado de assassinar na madrugada desta sexta-feira (26) Cláudio Gomes de Oliveira, 39 anos, a Justiça de Rondônia expediu uma Ordem Judicial contra ele pelo crime de homicídio duplamente qualificado, previsto no Artigo 312 do CPP.

O crime aconteceu por volta das 3 horas da madrugada na residência da vítima, localizada à rua Sérgio Mota, no Setor 07, em Jaru. A vítima estava em companhia do filho de 10 anos de idade, da amásia A.P.M. e do irmão dela, e, após tomar banho, Cláudio seguiu para seu quarto com a toalha ainda enrolada ao seu corpo, quando foi surpreendido por Adilson, que arrombou uma das portas da casa, invadiu o imóvel, adentrou ao quarto onde ele estava e passou a desferir golpes com uma foice. Cláudio ainda conseguiu segurar o cabo da foice com as duas mãos, mas o agressor sacou uma faca e desferiu vários golpes, que atingiram o abdômen da vítima, produzindo graves lesões corporais e intensa hemorragia, enquanto o infrator empreendeu fuga.

A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros foram acionados, mas ao chegarem ao local, já constataram o óbito da vítima.

Desde o crime, as polícias Civil e Militar iniciaram buscas pelo acusado. Na noite desta sexta-feira, em patrulhamento pela rua Cândido Portinari, uma guarnição de serviço da PM observou um indivíduo na frente de uma residência batendo palmas, a guarnição decidiu então abordá-lo, e ao dar ordem para por as mãos sobre a cabeça e virar de frente, o indivíduo foi reconhecido imediatamente por um dos PMs como sendo Adilson, o autor do homicídio nesta madrugada.

Porém o acusado empreendeu fuga pulando muros, adentrando terrenos baldios, residências e casas abandonadas. Enquanto um dos policiais correu atrás do agente, a guarnição efetuou o cerco policial e pediu reforços via Central de Operações.

Após uma varredura completa feita pelas guarnições de serviço, Adilson foi encontrado dentro de um banheiro na igreja Deus é Amor, localizada à rua Padre Chiquinho no Setor 07, que estava em culto no momento da ação policial.

Diante do exposto, foi dado voz de prisão ao abordado e posteriormente ele foi conduzido ao Hospital Municipal de Jaru para a realização do Exame de Corpo de Delito e em seguida encaminhado à Unidade Integrada de Segurança Pública e foi levado à Casa de Detenção, pois em seu nome havia a Ordem Judicial, válida como Mandado de Prisão Preventiva.

Fonte: Anoticiamais

Atenção: O jarutopfestas não se responsabiliza pelos comentários postados. Viu algum comentário que promova ofensa, racismo, calúnica, xingamento e qualquer algo do gênero? Por favor entre em contato e denuncie

Veja Também