Jaru Top Festas

Policiais penais são afastados por permitirem regalias a detentos do presídio de Jaru, RO

Denúncia do suposto esquema de regalias foi feita ao Ministério Público de Rondônia e Polícia Civil investiga o caso.

Dois policiais penais do município de Jaru (RO) foram afastados por 45 dias após uma denúncia de que eles estavam concedendo regalias a detentos do Centro Regional de Resssocialização Augusto Simon Kempe.

A denúncia do suposto esquema de benefícios foi feita ao Ministério Público de Rondônia (MP-RO).

Os dois policiais penais são investigados por favorecimento de alguns detentos em troca de dinheiro, como trânsito livre no presídio, cômodos confortáveis, visitas fora do dia determinado e até acessos a aparelhos eletrônicos.

Uma decisão judicial ordenou que os dois policiais penais fiquem afastados por, no mínimo, 45 dias.

A Secretária de Estado da Justiça (Sejus) informou que já tomou medidas administrativas quanto ao caso, como a exoneração do diretor geral e o diretor de segurança da unidade desde 14 de julho.

Ainda de acordo com a Sejus, se comprovado o envolvimento, ambos estarão passíveis das sanções administrativas e criminais cabíveis.

A Polícia Civil está investigando o suposto favorecimento a detentos e, por se tratar de uma investigação sigilosa, ainda não se pode ter acesso ao andamento das investigações.

Por Mikely Azevedo, Rede Amazônica

Atenção: O jarutopfestas não se responsabiliza pelos comentários postados. Viu algum comentário que promova ofensa, racismo, calúnica, xingamento e qualquer algo do gênero? Por favor entre em contato e denuncie

Veja Também